Pular para o conteúdo principal

Postagens

Review: Pantera Negra

Antes de começar nossa conversa, gostaria de ressaltar que aqui discutirei apenas o filme enquanto produção. Existe uma forte e IMPORTANTÍSSIMA discussão cultural e social que é parte indispensável do longa, porém eu não faço parte dessa demografia, posso fazer uma ideia, mas não conheço essa importância, essa vivencia, então posteriormente pretendo convidar algum representante da comunidade negra para escrever sobre essa parte aqui.
Por hora, vamos discutir o filme, e que filme! Apesar de grande fã do Marvel Studios e defensor do reconhecimento de sua liderança no gênero de super-heróis, já venho a algum tempo criticando a falta de seriedade e o quê formulatico de seu universo, constantemente contendo suas produções em tom e não os permitindo “engrossar” a conversa. Pois finalmente o estúdio se permite ultrapassar esse limite com Pantera Negra.
Esse é sem duvidas um filme de super-heróis, porém ele é mais que isso. Aqui se fala sobre tradição, cultura, crença e especialmente se que…
Postagens recentes

Review: A Forma da Água

Em um recente round table de diretores Del Toro disse abertamente que esse é o melhor filme que ele fez. É muito raro e até mesmo perigoso um diretor fazer esse tipo de afirmação em relação a sua obra, ao seu portfólio, tanto que por mais empolgado que eu estivesse com o longa, eu levantei uma sobrancelha quando ele disso. Após assistir ao filme eu venho através deste texto concordar.
Existe uma mistura inexplicável de beleza, doçura, elegância e esquisitice na composição dessa fabula que partem de lugares muito diferentes, como da narrativa, da composição, das atuações, da musica, e se juntam de forma impecável pra construir algo muito bonito e único. Interessante nesse aspecto também que a primeira coisa reparei no filme foi como ele, pelo menos no meu entendimento, estrategicamente colocou uma masturbação logo de cara no filme, deixando bem claro que apesar de ser uma linda fabula, essa era uma fabula adulta.
Outro ponto de suma importância pra esse resultado lindo é a construçã…

Review: Me Chame Pelo Seu Nome

Eu concordo que a premissa de um romance homossexual já teria seus pontos comigo só pelo tema. Sem duvidas, é mais fácil para mim me relacionar com a história, com os personagens, mas isso não muda o fato de que se fosse um filme mal feito, ou mal atuado, esse “crédito” não seria suficiente. Pois para a minha sorte (e da minha comunidade que aqui se vê por um raro momento representada) esse Me Chame Pelo Seu Nome é lindo e antes de tudo, a critérios de cinema.
A primeira coisa que me saltou aos olhos durante a sessão foi o quão visualmente elegante o longa é desde o primeiro frame. O filme tem ar de clássico e isso se deve em parte pelas locações belissimas na Itália, mas também pela forma como foi filmado, e o diretor de fotografia Sayombhu Mukdeeprom me pareceu explorar tanto a imagem mais cinematográfica que se tem do país, quanto a mais realista. Eu me senti sempre passeando entre o turistar e assistir filme durante toda a exibição. Outro ponto visual forte do filme está na ambien…

Oscar 2018 - Os Indicados

A Academia divulgou a lista dos indicados ao Oscar desse ano! Confira quem foi nomeado ao maior prêmio do cinema:

MELHOR FILME Me Chame pelo Seu Nome O Destino de uma Nação A Forma da Água Três Anúncios Dunkirk Corra! Lady Bird Phantom Thread The Post

DIREÇÃO Christopher Nolan, Dunkink Jordan Peele, Corra! Greta Gerwig, Lady Bird Paul Thomas Anderson, Phantom Thread Guillermo del Toro, A Forma da Água


ATRIZ Sally Hawkins, A Forma da Água Frances McDormand, Três Anúncios Margot Robbie, Eu, Tonya Saoirse Ronan, Lady Bird Meryl Streep, The Post

ATOR Timothée Chalamet, Me Chame pelo Seu Nome Daniel Day-Lewis, Phantom Thread Daniel Kaluuya, Corra! Gary Oldman, O Destino de uma Nação Denzel Washington, Roman J. Israel, Esquire

ROTEIRO ORIGINAL Doentes de Amor Corra! Lady Bird A Forma da Água Três Anúncios para um Crime

ROTEIRO ADAPTADO Me Chame pelo Seu Nome O Artista do Desastre Logan Molly’s Game Mudbound

ANIMAÇÃO O Touro Ferdinando Breadwinner Coco, Com Amor, Vincent O Poderoso Chefinho

Review: Viva - A Vida é Uma Festa

A essa altura já podemos afirmar sem riscos que o estúdio Pixar da Disney é mais forte quando se dedica a historias originais. Nada contra as sequências feitas por ele até hoje, nenhuma delas rendeu um filme que possa ser chamado de ruim e inclusive eles já criaram uma das melhores trilogias do cinema (Toy Story). Mas é só eles lançarem um original que a magia que fez o nome desse estúdio vem a tona, como é o caso de Viva.
A primeira das muitas maravilhosas sobre essa animação é a imersão em uma cultura que quase nunca é abordada em Hollywood, alias, nem me lembro de ter visto a cultura do México trabalhada dessa forma. Essa é mais uma daquelas experiências Pixar onde você tem uma aula, eu inclusive conheci várias coisas que eu não sabia sobre o folclore e a cultura desse país. Eu não via essa aula acontecendo desde Procurando Nemo, o que é sempre uma excelente oportunidade e adiciona uma camada a mais de relevância ao que poderia ser só mais uma boa animação.
E justamente pela ime…

Review: O Rei do Show

Desde que o vi apresentar o Oscar que eu tinha essa vontade de ver Hugh Jackman em um musical, mas não no estilo do excelente Os Miseráveis, eu queria o ver em um musical espetáculo como os que ele fazia no teatro quando o descobriram para fazer seu icônico papel do Wolverine. Pois tive meu sonho realizado com O Rei do Show, e que sonho bonito foi esse!
O musical preenche todos os requisitos de espetáculo, com números musicais inventivos, cheios de cores, coreografias e até mesmo efeitos especiais para reproduzir toda a grandiosidade do circo imaginado pelo protagonista de Jackman em seus mil sonhos. Aliás, é “A Million Dreams” o meu momento favorito, com quadros que entram fácil na lista de cenas mais bonitas que já vi no cinema. Um ou outro musical, especialmente os que se passam dentro do circo, acabam tendo uma aparência mais broadway que cinema, porém a intenção era possivelmente essa e condiz com o “sob a tenda” que virou a marca do circo futuramente.
Apesar de visualmente impecá…

Ranking: Os filmes de Super-Heróis de 2017!

Antes de começar essa lista preciso destacar algo importante: não tivemos nenhum filme ruim do
gênero de super-heróis esse ano! Importantíssimo pois mostra o crescimento do segmento em
Hollywood e a preocupação com a qual estúdios tem o tratado, além de atestar contra a suposta
fadiga que vem sendo profetizada por anos. Nesse ritmo ela vai demorar a acontecer. Sem mais
delongas, vamos ao ranking dos meus favoritos.

1 - Logan Sem exagero, Logan é o mais próximo que o gênero já chegou de fazer um filme arte. Logan é poético, é sobre as relações e os demônios pessoais de um herói que já viveu demais, além de pela primeira vez tocar num ponto onde todos chegamos: a velhice, suas limitações, o fim da vida. As atuações são intensas, as decisões são corajosas e somada a versão preto e branco, esse é um novo clássico. Logan não é só um ótimo filme de gênero, é um ótimo filme e ponto.



2 - Mulher-Maravilha Foram 75 anos de espera, mas a maior super-heroína de todas finalmente ganhou seu primeiro film…