Pular para o conteúdo principal

Postagens

Oscar 2020: Os Indicados

A Academia finalmente revelou os indicados ao Oscar 2020 e temos uma lista muito interessante (e questionável) para esse ano. O líder de indicações é Coringa com 11 indicações, por mais um ano a categoria de diretores é prioritariamente masculina enquanto outras começam a se diversificar, enfim, um ano polêmico. Confira os indicados: 
MELHOR FILME
Ford vs Ferrari O Irlandês JoJo Rabbit Coringa Adoráveis Mulheres História de um Casamento 1917 Era Uma Vez Em... Hollywood Parasita
MELHOR ATOR
Antonio Banderas - Dor e Glória Leoardo DiCaprio - Era Uma Vez Em... Hollywood Adam Driver - História de um Casamento Joaquin Phoenix - Coringa Jonathan Price - Dois Papas
MELHOR ATRIZ
Cythia Erivo - Harriet Scarlett Johansson - História de um Casamento Saoirse Ronan - Adoráveis Mulheres Charlize Theron - O Escândalo Renée Zellweger - Judy: Muito Além do Arco-Íris
MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Kathy Bathes - O Caso Richard Jewell Laura Dern - História de Um Casamento Scarlett Johansson - JoJo Rabbit Florenc…
Postagens recentes

Review: Frozen 2

A sequência “dark and gritty” é um caminho comum em Hollywood, muitas sequências acabam se enveredando por um tom mais sóbrio e mais sério a fim de se diferenciar do longa original. Para a franquia Frozen, depois de um primeiro filme que flertou com esse tom, mas em grande parte de manteve mais próximo de uma animação Disney tradicional e que cinco anos depois já tinha passado por dois curtas, esse parecia o caminho ideal. E foi.
O primeiro filme já fugia da curva por se tratar de um amor de irmãs e não um romance, agora na sequência eles vão além e abrem mão de ter um antagonista, transformando esse em um filme puramente de auto descoberta, o que para mim foi uma das maiores forças dele. Além de se tornar quase um estudo de personagem tanto para Elsa quanto para Anna, o filme se permitiu lidar com traumas, incertezas e com isso ganhou nuances mais adultas, com momentos mais fortes. Não me entendam mal, ainda se trata de um filme infantil, mas que atende bem a adultos, ao contrário …

Lista: Os Favoritos de 2019

Chegou a hora de fazer aquela lista obrigatória com o filmes que mais gostei dentre os que assisti ao longo do ano. Eu não gosto muito do termo “melhores”, afinal a experiência cinematográfica é relativa, por isso preferi dizer quais são os meus favoritos do ano. E que ano foi esse no cinema! Tivemos um novo líder no topo das maiores bilheterias de todos os tempos, materiais inéditos despontando, sequências surpreendendo, uma montanha russa! Sem mais delongas, vamos lá?

#10 – Toy Story 4 Uma excelente surpresa desse ano, qual eu jurava que ia ser um desserviço a uma das melhores sagas do cinema e acabou se mostrando uma historia justificada, que levou os personagens a lugares e sentimentos inexplorados e deu um epílogo justo a historia do Cowboy Woody.

#09 – US Este filme não está mais alto na lista unicamente porque não achei sua mensagem muito clara, ao menos não tão clara quanto no filme anterior de Jordan Peele, o maravilhoso Corra! (ah, a expectativa). Ainda assim ele entregou aqu…

Review: Star Wars – A Ascensão Skywalker

Nos últimos anos tem se intensificado o debate sobre até onde fãs tem propriedade sobre franquias, uma conversa que passou a receber atenção devido ao barulho que as fan-bases de grandes títulos tem conseguido fazer através de redes sociais como o Twitter. Eu sempre estive do lado que é contra dar essa propriedade. Venho defendendo que o papel do publico é de expectador, é de reagir ao que o criativo faz e decidir se gostou ou não, mas o trabalho de fazer é de quem está qualificado a tanto e dedicado a contar uma historia, não a atender vontades. Pois esse “A Ascensão Skywalker” para mim veio provar que eu estava do lado certo da força.
Não me entendam mal, é de suma importância para um mercado como Hollywood saber se existe interesse do público no projeto milionário qual pretendem dar greenlight. Porém uma coisa é procurar saber se existe interesse da sua audiência em ver uma origem de Han Solo com um novo ator assumindo o papel, outra é tomar decisões narrativas de uma história co…

Review: História de Um Casamento

O título de História de Um Casamento (Marriage Story no original) é meio traiçoeiro. Ele criou em mim a expectativa de ver um casamento em seu ápice até o seu final sendo que na verdade, o filme já começa pelo processo de divorcio. Logo na cena inicial somos apresentados de forma sutil, mas certeira do motivo desde casamento estar terminando, quando em uma sessão de terapia ambos se recusam a ler o que escreveram de bom um sobre o outro. Dali já é avisado que a angustia que nos acompanhará durante todo o filme é o fato de que ambos se amam, mas não se comunicam mais.
Essa é a maior força da historia deste filme na verdade, o fato de que não existe um vilão. Não existe uma pessoa ruim tentando prejudicar a outra, e por mais que eu tenda a discordar mais do marido por atitudes em especifico, no contexto geral o que existe aqui são apenas duas cujos objetivos e as visões estiveram alinhados por muito tempo, até não estarem mais. Duas pessoas que se completavam, mas eventualmente se tor…

Review: Bacurau

Eu vinha me perguntando os motivos quais, apesar de todo hype, não existirem conversas sobre Bacurau ser o nosso representante no Oscar 2020. Assistindo ao filme eu entendi as razões, da mesma forma como entendi a razão de todo o hype e entendi também que os trailers esconderam praticamente tudo sobre ele. O filme não é sobre o que eu imaginava, não é material para a academia, mas nossa, como ele é interessante.
O que mais me impressionou no filme foi a organização social da tal cidade de Bacurau. Minúscula, em situação bastante precária, mas sobrevivendo, a cidade tem na união da população sua força, mostrada logo no inicio do filme quando a cidade inteira é avisada da chegada do prefeito e consegue ignora-lo prontamente. Essa construção é essencial para quando, no terceiro ato do filme, a cidade vença seus antagonistas de forma orquestrada, tudo faça sentido.
A questão social é discutida no filme em várias vertentes, todas elas fazendo criticas sérias e sóbrias ao país e ao mundo, …

Review: Coringa

Apesar de ter ganhado o renomado Festival de Cinema de Veneza, Coringa detém neste momento uma média de 69% por parte da crítica no Rotten Tomatoes. Algumas semanas antes de seu lançamento, uma polêmica surgiu baseada no receio do filme ser “irresponsável”, incentivar a violência ou o movimento Incel. A conclusão que cheguei após assistir ao filme é que a parcela da sociedade com essas reações não estava com medo do filme, ela estava ultrajada. Nada incomoda mais que o espelho. E é isso que Coringa coloca a nossa frente,um espelho do que uma sociedade decadente é capaz de fazer com seus cidadãos mais frágeis, uma sociedade que podemos reconhecer como quem vê o próprio reflexo.
Estamos acostumados a ir ao cinema para acompanhar a jornada do herói, clássica, que mostra os caminhos, os encontros e as oportunidades que elevam um ser humano ao status quo admirável, ao seu melhor. O que Todd Phillips fez aqui foi pela primeira (ou ao menos rara) vez apresentar a perfeita jornada do vilão,…