Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2017

Review: Piratas do Caribe - A Vingança de Salazar

Duas informações importantes antes de começar este review. A primeira é que amo a trilogia original de Piratas do Caribe, em especial o segundo, mesmo ele já tendo escorregado na visão da critica. A segunda é que detesto o quarto filme da série, assim de ter ranço, até porque um filme onde nem Penélope Cruz salva é uma produção indefensável.  Dito isso, fui assistir ao novo filme com os dois pés atrás até porque a situação da franquia junto a critica apenas piorou, e tive uma surpresa: não é um filme ruim.
Ok, ser melhor que o filme anterior não era nenhum grande desafio, porém esse novo "Piratas" não comete o maior crime cometido pelo anterior, que foi tentar se afastar da trilogia. Aqui ele funciona como uma continuação (mesmo que obvia) aos três filmes originais e eu arrisco dizer que se este fosse o quarto filme da franquia, por mais que tivesse ocorrido uma queda de qualidade, a franquia no geral não teria se manchado como se manchou.
Não que o filme não tenha seus pr…

Review: Corra!

Antes de tudo, esse será meu primeira review com spoilers. Normalmente eu evito falar sobre a trama e as revelações de um filme, porém é impossível falar sobre “Corra!” sem discutir suas viradas, suas abordagens e especialmente suas intenções, então se continuar do segundo parágrafo em diante, esteja ciente que vai saber muito sobre o filme.
Acredito que a primeira coisa a ser esclarecida é que, apesar de ser vendido como tal, eu não achei “Corra!” um filme de terror, em muito porque se fosse, seria um filme bastante clichê. Para mim o longa é uma grande sátira, ambientada em um contexto de terror onde sua critica social fica ainda mais caricata e logo, mais forte! Falar sobre a abordagem do racismo no filme não é meu lugar de fala, porém a mensagem é bastante clara sobre o que o filme quer criticar e o faz de uma das maneiras mais geniais já vistas.
É genialmente cruel e bastante embasado na realidade tratar o pensamento preconceituoso como uma visão de soberania mental por parte do…

Review: Mulher-Maravilha

Setenta e cinco anos, uma única série de TV, cinco versões do Batman, três do Superman e um debut fora do título como participação extra. Foi o necessário para que a Mulher-Maravilha, integrante da chamada “divina trindade” da Dc Comics, tivesse sua vez com um filme solo nos cinemas. Os motivos apresentados foram diversos, em especial sobre filmes de super-heroínas não emplacarem, mas finalmente o filme aconteceu e veio provar que quando o filme é bom, o gênero do herói em tela é indiferente.
O primeiro grande mérito do filme é do roteirista Allan Heinberg, pois a trama é bem amarrada e se justifica ao longo de toda jornada da personagem. Então, quando vemos sua revolta perante a hierarquia e posicionamento dos comandantes da Guerra, isso nos faz sentido, pois já vimos seu povo em combate (usando apenas um dos muitos exemplos ao longo das mais de 2 horas de filme). Fiquei muito impressionado também o quão funcional são as piadas do filme, pois não existe uma única que esteja fora de t…