Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2017

Review: Dunkirk

Eu tenho em Christopher Nolan o que considero ser o melhor diretor moderno de Hollywood. Filme após filme ele vem se consolidando para mim como um diretor (e roteirista) elegante, intrigante e ainda assim, hollywoodiano. Pois Dunkirk só fez o manter no mesmo patamar para mais!
Ele sempre foi um diretor de assinatura, logo tem sua própria formula, e eu não vejo nada de errado em ter uma, contanto que consiga aplica-la de forma inovadora e a fazer continuar interessante. É o que ele faz. Ele tem explorado novos territórios, aplicado sua linguagem em contextos diferentes e apresentado o que seria a versão dele daquele tipo de historia. Aqui vemos duas, com um filme de guerra e um “baseado em fatos reais” pela perspectiva Nolan e que como em experimentações anteriores, é complexo, bonito e de deixar nervos à flor da pele.
Porém a primeira coisa que quero destacar não é trabalho direto de Nolan, mas sim do também genial Hans Zimmer. A música do filme é muito poderosa, tranquilamente o me…

Review: Okja

Essa é a minha primeira vez escrevendo sobre um filme do Netflix (acredito que na versão antiga do blog não escrevi sobre o excelente Beasts of no Nation), porém se tratando de um filme que concorreu em Cannes, acredito que ainda estou dentro da proposta da página. De toda maneira Okja está longe de parecer um filme “televisivo”.
Desde a primeira cena o longa tem ares cinematográficos, com cenários e paisagens imponentes e deslumbrantes, seja na cidade ou na floresta coreana. Inclusive a primeira grande qualidade do excelente filme está na direção, de extremo bom gosto e no que tem sido comum esse ano, trazendo diretor que conhece “épico”, sabe ser. A coisa que mais impressionou no filme foi sua magnitude, mesmo que ela não seja expositiva, não é um grande filme de ação afinal, mas ele soa grandioso quando assistido.
Tão impressionante quanto é o trabalho de VFX do filme, pois a composição do super porco além de muito convincente é linda, construindo um animal que alude a "bich…

Review: Homem-Aranha: De Volta ao Lar

Lá fui eu, fã da série animada dos anos 1990 e dos filmes de Sam Raimi do inicio dos anos 2000, assistir ao novo Homem-Aranha. Apesar da citação anterior, fui de peito aberto, disposto a conhecer uma nova abordagem do personagem uma vez que, como grande defensor de adaptações, estou também sempre disposto a novas interpretações. E fiquei feliz em encontrar um Aranha bastante moderno, mas também bastante competente em sua proposta.
A grande verdade é que essa nova versão cumpre a ideia que a versão “Espetacular” com Andrew Garfield prometeu e não entregou, com o herói em escala menor, orçamento menor e mais voltado ao arco de Peter que de seu alter ego em si. Por essa razão eu também saí do cinema com aquela leve sensação de que este não é um Aranha para mim ou para a minha geração, pelo menos não em primeiro plano. Afinal, estamos acompanhando o crescimento de um adolescente atual completo, enquanto nossa versão do herói era um jovem adulto noventista. Porém entendo a necessidade de…

Review: A Múmia

Preciso começar este review dizendo que sou um grande fã dos dois primeiros “A Múmia” estrelados por Brendan Fraser no início dos anos 2000. Eles não foram grandes sucessos de crítica, nem grandes marcos cinematográficos, mas cumpriam com enorme competência a função entretenimento de um blockbuster hollywoodiano, tinham um elenco com muita química e carisma e os efeitos visuais eram excelentes. Basicamente tinham tudo que este reboot não tem.
Houveram muitos boatos sobre esse filme ter sofrido por interferências do estúdio e do próprio Tom Cruise, o que após assistir acho totalmente possível! A sensação assistindo é que quatros filmes diferentes correram na direção um do outro e o resultado do impacto foi o lançado. Sim, porque o filme claramente não sabe se quer ser uma aventura bem humorada como os anteriores, um terror ou um filme de ação tradicional estrelado por Cruise, o que resulta em um momento você está lidando com um personagem transformado num assustador zumbi, somente para…