Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2017

Review: Kingsman - O Círculo Dourado

Por Fernando Vital
Quando uma nova franquia consegue a proeza da autorreferência e, mais importante, faz com que o público capte essas referências sem explicações desnecessárias, então significa que ela está no caminho certo, e isso é perceptível em Kingsman: O Círculo Dourado. Na continuação do longa de 2015, que foi uma das maiores surpresas do cinema de ação nos últimos anos, o cineasta Matthew Vaughn manteve todos os elementos que fizeram do primeiro um sucesso de público e crítica, homenageando ainda a loucura introduzida pela série cinematográfica que, se depender desses dois primeiros episódios, tem um potencial enorme.

Mais do que manter as características já inerentes à marca Kingsman nos cinemas, O Círculo Dourado consegue também elevar o nível em diversos sentidos. O primeiro deles já é óbvio só de olhar para o pôster. Uma produção que reúne figuras como Colin Firth, Julianne Moore, Halle Barry, Jeff Bridges, Mark Strong e Elton John (numa participação maravilhosa, tornando-o…

Review - IT: A Coisa

O relacionamento entre o cinema e as obras de Stephen King é longo, você encontra adaptações de sua obra desde O Iluminado até o mais recente A Torre Negra. Foram proporcionados vários altos e baixos, com um dos maiores momentos sendo a minissérie televisiva dos anos 1990 de It – A Coisa, chamado de “Uma obra prima do medo”, um marco inclusive pela performance de Tim Curry no papel do palhaço Pennywise. Pois comparações a parte, com a nova adaptação, IT volta a ser um marco.
A primeira coisa que preciso discutir aqui é o fato de que, pelo menos nessa nova versão, não se trata propriamente de um filme de terror, não aquele terror convencional, focado em assustar e etc. Ele assusta, e talvez seja bem eficaz nessa parte com um publico que tal como eu é fraco para o gênero, porém quem for ao cinema buscando as experiências da franquia Invocação do Mal, por exemplo, talvez venha a se decepcionar. Este filme é sobre os desafios e perigos que se pode enfrentar na adolescência como bullyng,…

Review: Atômica

O filme anterior do diretor David Leitch, De Volta ao Jogo, realizado em parceria com Chad Stahelski, chamou muito a atenção por pegar a tradicionalíssima formula dos filmes de ação sobre assassinos espiões e dar uma modernizada, ao mesmo tempo em que modernizava Keanu Reeves, no que foi considerado seu retorno. Apesar do ar fresco dado a tal formula, existia algo que a antiga e a nova visão mantinham: um protagonista masculino. Como sempre, um homem chutando milhões de bundas por aí. E é por essa “falha” no anterior que seu novo trabalho, Atômica, sai à frente.
Tão formulatico quanto o anterior, aqui talvez até mais por repetir a versão modernizada da formula, Atômica adiciona uma camada a mais de novidade por colocar uma mulher no papel de ação sempre dominado por homens em papel totalmente igualitário. Ela não bate e nem apanha menos ou mais que Reeves, ou Jason Staham, ou Steven Seagal, e a principal competência da proposta aqui é mostrar isso de forma crua e crível. Claramente …